Problemas de Leitura e Escrita

Tendo por base que cada indivíduo é único, podemos encontrar, durante o processo de alfabetização e nos anos seguintes, alunos que não atingem os resultados esperados pelo educador. O aluno pode apresentar dificuldades na leitura, escrita e na matemática.

 

Algumas dificuldades podem ser específicas da leitura e não apresentar problemas na compreensão oral. Outras crianças leem, mas não compreendem a mensagem textual. Há ainda crianças que não decodificam e não conseguem fazer a compreensão oral e escrita.

 

As dificuldades de aprendizagem da leitura e da escrita devem ser consideradas como formas do fracasso escolar ou seja, uma resposta insuficiente do aluno a uma exigência ou demanda da escola. Elas começam a surgir nos anos iniciais do Ensino Fundamental, e, se não forem detectadas, podem estender-se por muitos anos ou pela vida toda.

A natureza do fracasso, tanto na leitura, quanto na escrita, ocorre a partir de uma interação entre os fatores sociais, educacionais e individuais.

Para que a criança tenha sucesso na apropriação da leitura e escrita é necessário retomar o trabalho no que se refere ao desenvolvimento infantil e propor tarefas de acordo com o mesmo.

É importante trabalhar a pré-leitura, pois o não desenvolvimento dessas habilidades poderá fazer com que a criança fracasse na aprendizagem da leitura e escrita.

 Sendo assim, para que a criança faça uso da leitura e escrita é necessário que se desenvolva algumas habilidades, tais como: discriminação visual; discriminação auditiva; memória visual e auditiva; coordenação motora; coordenação motora fina; conhecimento do esquema corporal; orientação espacial; atenção seletiva; domínio da linguagem oral; diferenciação entre letras e outros símbolos; cópia de modelos e memorização de relatos curtos, canções infantis, versos de rima fácil.